advocacia disruptiva

O que você precisa saber sobre a modalidade advocacia disruptiva

Modelos de trabalho que traziam ótimos resultados até pouco tempo já não conseguem atender a um mercado cada vez mais exigente, mutável e amparado pela tecnologia. No direito não é diferente, modalidades tradicionais estão sendo postas de lado para dar espaço à advocacia disruptiva, a consultoria jurídica que pode salvar a sua empresa!

Se você nunca viu este conceito, não se preocupe! Vamos explorar mais detalhes logo abaixo. Por enquanto, basta saber que esse modelo leva em conta gestão, inovações tecnológicas e marketing jurídico para dar mais eficiência aos escritórios de advocacia.

O tema é muito interessante e vale a leitura. Veja a seguir!

O que é um escritório de advocacia disruptiva?

Um escritório de advocacia disruptiva propõe uma ruptura com o patrão de pensar e agir dos modelos tradicionais. Seu objetivo é analisar as necessidades do mercado e dos colaboradores para usa novas ferramentas que tragam mais agilidade aos processos e tornam o relacionamento com o cliente o melhor possível.

Ou seja, os sócios se atualizam e fazem alterações na operação, a partir da análise do seu sistema interno e da carteira de clientes. Isso significa uma mudança na forma de agir, vestir, falar, trabalhar e, principalmente, pensar.

Neste tipo de modalidade, algumas tarefas que eram deixadas de lado ou repassadas a terceiros são tidas como prioridade, recebendo atenção direta dos sócios. Há um cuidado maior para empreender e atender de fato, em vez de apenas informar.

A tecnologia se torna uma aliada ainda mais importante, não só na parte mais óbvia acerca dos processos, mas, principalmente na gestão de pessoas, seja público interno ou externo. Além disso, são usadas ferramentas como design thinking para advocacia, que pode gerar resultados incríveis.

Manter a carteira de clientes tem se tornado um desafio cada vez maior. Hoje, o cliente pode acessar escritórios em várias cidades do mundo sem precisar sair de casa, além de estar mais exigente quanto ao acompanhamento dos serviços que contrata.

Quais são as diferenças em relação ao escritório convencional?

As principais mudanças surgem a partir da estruturação de quatro frentes (descritas a seguir), mas as adaptações são inúmeras e podem estar relacionadas a vestuário, linguagem etc. Abaixo, entenda melhor como podemos diferenciar o modelo de escritório disruptivo do convencional.

Gestão

O escritório passa a trazer ferramentas administrativas para o corpo de profissionais, fazendo sua própria gestão. Essa postura é importante na medida em que se busca alternativas para engajar colaboradores e propor uma maior interação entre setores. Além disso, todos os dados a respeito do escritório estão disponíveis para os sócios.

Advogados especializados

O modelo de advogado genérico, que cuida de todas as áreas, é deixado de lado. O modelo disruptivo leva ao cliente profissionais cada vez mais especializados em suas áreas, capazes de interagir e buscar soluções com outros setores. Desta forma, o cliente fica mais seguro a respeito do atendimento.

Tecnologia

O investimento em inteligência artificial aumenta consideravelmente no modelo de advocacia disruptiva, assim como a procura por profissionais capacitados para ler dados. São adotadas ferramentas de gestão de tarefas e de relacionamento com o cliente, além de softwares com alta capacidade de busca e geração de relatórios.

Com a automatização, é possível lidar com uma grande quantidade de informações em um curto espaço de tempo. Isso provoca uma redução nas chances de erro e no tempo gasto com funções de sistematização e pesquisa. Os advogados conseguem ter uma base para tomar decisões e se dedicar à procura de soluções diante das demandas.

Marketing

As ferramentas de marketing são essenciais para este novo modelo. Torna-se necessário atender o público, não somente a figura do cliente, com conteúdos ricos e úteis, por meio de redes sociais, sites, portais etc. O resultado é o aumento do foco nos resultados, satisfação do cliente e investimento em inovações tecnológicas.

Como o Camargo e Vieira utiliza a modalidade advocacia disruptiva?

O Camargo e Vieira é um escritório de advocacia de pequeno porte, com foco em consultoria jurídica para empresas, especialmente nas áreas tributária, societária e proteção de dados. Seu campo de atuação exige que os sócios estejam atentos a todas as nuances do mercado e inovações.

Por isso, buscamos fornecer um trabalho mais disruptivo, para além do modelo tradicional de advocacia, com intuito de facilitar o atendimento e aproximar o direito da realidade do cliente.

Quer conhecer mais sobre advocacia disruptiva? Precisa de ajuda jurídica para sua empresa? Então, entre em contato conosco. Estamos à sua disposição!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares