Conheça os custos sobre folha de pagamento e saiba como reduzi-los!

Os custos sobre folha de pagamento são responsáveis por grandes partes das despesas da empresa, com os custos com salários, encargos trabalhistas, rescisões contratuais, tributos e outras verbas devidas em decorrência do vínculo empregatício.

Portanto, encontrar formas de reduzir essas despesas é uma ótima estratégia para melhorar o desempenho do negócio e aumentar a sua lucratividade. Contudo, é preciso ter atenção para não descumprir as leis trabalhistas.

Pensando nisso, preparamos este post para explicar como reduzir essas despesas na empresa. Confira!

Diminua as horas extras

As horas extras são devidas sempre que o trabalhador excede a jornada de trabalho contratada e devem ser pagas com, pelo menos, 50% de adicional em relação ao valor da hora normal. Se essa é uma necessidade recorrente, os custos sobre a folha de pagamento podem ser bem elevados.

Isso acontece porque as horas extras incidem na base de cálculo de outras verbas trabalhistas, como descanso semanal remunerado, adicional noturno, férias, 13º salário, FGTS e INSS.

Por isso, é importante analisar os motivos da recorrência de horas extras e estudar alternativas. O excesso, muitas vezes, indica a necessidade de contratar mais mão de obra para a empresa. Porém, se não for o caso, o banco de horas pode ser a solução, pois o trabalhador compensará as horas trabalhadas com folgas, reduzindo os custos.

Terceirize mão de obra

Em 2017, foi aprovada a lei da terceirização, que permite a contratação de trabalhadores terceirizados para exercer qualquer atividade na empresa. Para isso, é preciso contratar uma prestadora de serviços, que encaminhará os colaboradores.

A vantagem é que o único custo da empresa será o pagamento do valor acordado com a prestadora de serviços, enquanto ela se responsabilizará por todas as verbas trabalhistas, incluindo eventual rescisão contratual do colaborador.

No entanto, é preciso avaliar se essa forma de contratação é viável para o negócio. Aqui, não pode haver subordinação, ou seja, o trabalhador não pode receber ordens diretas da sua empresa. Desse modo, qualquer problema deverá ser resolvido pela prestadora de serviços.

Para evitar irregularidades e ações judiciais, procure um advogado especialista na área para esclarecer dúvidas e ter mais segurança ao optar por essa modalidade de contratação.

Reduza o absenteísmo

Outra dica importante é implementar estratégias para reduzir o absenteísmo, ou seja, a quantidade de faltas dos colaboradores, como por motivos de saúde, problemas pessoais ou, até mesmo, sem justificativa.

Isso afeta a produtividade da empresa e aumenta os custos operacionais, mesmo quando as faltas podem ser descontadas na folha de pagamento. Aqui, a dica é investir em práticas para melhorar o ambiente de trabalho e aumentar a qualidade de vida do colaborador.

Alguns exemplos comuns são: conceder benefícios como plano de saúde ou vale-alimentação, incentivar a ginástica laboral, investir na comunicação interna etc. Fazendo isso, eles ficarão mais motivados com o trabalho, reduzindo as faltas.

Otimize a rotina de trabalho

Como é o processo produtivo da empresa? Muitas vezes, os resultados não são tão bons devido a falhas na rotina da empresa. Pesquise medidas que podem ser implementadas para otimizar o trabalho, como o uso de softwares de gestão para automatizar tarefas.

A melhoria dos processos internos reduz os erros e aumenta a produtividade. Como consequência, é possível aumentar os lucros e reduzir as despesas com o pagamento de horas extras ou novas contratações para suprir as demandas de trabalho.

Seguindo essas dicas, a sua empresa conseguirá reduzir os custos sobre folha de pagamento e oferecer um ambiente de trabalho agradável para os funcionários. Caso tenha dúvidas sobre as medidas mais adequadas, consulte um advogado para verificar as melhores soluções seguindo a legislação trabalhista.

Gostou do conteúdo? Para acompanhar outras dicas para a gestão da sua empresa, assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos por e-mail!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares