consultoria jurídica

Entenda como uma consultoria jurídica pode salvar a sua empresa!

É notável que todas as grandes empresas do mercado usam especialistas nos ramos da organização. Afinal, já é sabido pelos administradores de sucesso que o apoio de outros profissionais na execução de diferentes atividades é essencial.

A consultoria jurídica disponível na gestão empresarial é o maior reflexo da necessidade desse apoio. O mundo do Direito é repleto de questões burocráticas e legislações que apenas advogados conseguem colocar em prática em uma empresa, evitando demandas judiciais e problemas para o empresário.

Os aspectos legais que regem o sucesso de uma empresa são muitos. Acompanhe o texto a seguir e descubra como ter um conselho jurídico pode ser capaz de transformar a sua empresa, bem como aumentar o lucro e diminuir os custos do seu negócio.

Em que uma consultoria jurídica pode te ajudar?

Um empresário que quer ter êxito em seus negócios precisa ter tempo para trabalhar com as atividades fins da empresa. Quando não há o auxílio técnico jurídico em uma organização, principalmente em pequenas e média empresas, ocorre um desequilíbrio nos negócios.

É a consultoria jurídica que livra os empresários de problemas trabalhistas com os colaboradores e de encontrar aborrecimentos com a Receita Federal do Brasil (RFB). Assim, permite aos sócios a tranquilidade de saber que não terão que arcar com eventuais despesas inesperadas advindas dessas questões.

No cotidiano das empresas de médio e pequeno porte, é costumeiro se deparar com outros diversos impasses legais no dia a dia. Sem a análise técnica de um advogado, é provável a ocorrência de danos irreversíveis.

Por exemplo, na formalização de um contrato, quando não há um acompanhamento jurídico, as cláusulas abusivas sempre passam despercebidas. Com efeito, um dos contratantes fica no prejuízo ou, então, aquele que se beneficiou, com o passar do tempo, poderá precisar arcar com esses prejuízos, incidindo multa, juros e correção monetária.

Outro problema muito comum são empresas arcarem com tributações indevidas, pagando impostos dos quais são isentos ou imunes.

Empresários que deixam para procurar consultoria jurídica depois que o erro já foi cometido, e a empresa, prejudicada, têm seus negócios altamente expostos ao insucesso.

Como contratar a consultoria certa?

A consultoria jurídica deve acompanhar a evolução da legislação e, portanto, o empresário deve observar o perfil dos profissionais jurídicos que vai contratar. O advogado precisa estar bem atualizado e ter experiência judicial e extrajudicial empresarial.

Não confie em escritórios apenas pelo marketing, normalmente escritórios “famosos” cobram valores de honorários muito elevados, e o custo para seu negócio será desproporcional. É preciso conhecer o profissional, seu trabalho e sua atuação em empresas.

Muito importante também é verificar a forma como são pagos os honorários do advogado consultor, que podem ser cobrados de diferentes formas. Negocie o que for melhor para você. Poderão ser fixos e mensais, incluindo número certo de demandas e complexidade das causas, ou serem esporádicos, conforme precisar a organização.

Não deixe sua empresa sem o apoio primordial de uma consultoria jurídica. Invista em conhecimento técnico para evitar situações difíceis financeira e legalmente. Prevenir é muito melhor que enfrentar ações judiciais nas esferas cível, trabalhista e até mesmo criminal.

As maiores empresas do mercado entendem que a consultoria jurídica é um investimento e não custo empresarial, pois evita despesas altíssimas, aumentando o faturamento da organização.

Se gostou das nossas dicas e quer saber mais sobre consultoria jurídica, entre em contato com a nossa empresa, estamos disponíveis para solucionar as suas dúvidas!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares