Compliance digital: entenda a importância dele na gestão de riscos

Compliance digital: entenda a importância dele na gestão de riscos

Com as nossas relações pessoais e profissionais cada vez mais tecnológicas, o compliance digital nunca foi tão necessário dentro das empresas que buscam valorizar a sua imagem organizacional.

O monitoramento das ferramentas eletrônicas dentro da rotina empresarial é de extrema importância para prevenir possíveis prejuízos advindos de condutas ilícitas de seus empregados, inclusive ferindo o disposto na lei anticorrupção brasileira. Confira o nosso post e entenda mais sobre o assunto.

O que é o compliance digital?

O compliance é a área responsável por adequar a conduta empresarial em relação às leis e normas previstas no ordenamento jurídico. Tal função abrange todas as políticas, regras e controles externos e internos que a corporação precisa seguir, englobando, inclusive, relacionamento com empregados e fornecedores.

O compliance digital é uma ramificação de tal prática e se dedica exclusivamente à responsabilidade de adequação das atividades empresariais com as leis relacionadas à tecnologia da informação, como as que tratam sobre a privacidade e proteção de dados.

Qual a importância do compliance digital na empresa?

Se as empresas não tinham compreendido a importância do compliance digital, com certeza mudaram de ideia após 2017, quando diversos ataques cibernéticos ocorreram em escala mundial e atingiram organizações privadas, bem como órgãos governamentais em pelo menos 74 países, incluindo o Brasil.

Tal escândalo expôs ao mundo que até as grandes corporações ainda operavam sem cuidar adequadamente da segurança das informações, seja de suas operações, seja de seus clientes. As políticas de compliance digital aplicadas na rotina das empresas contribui para um ambiente mais seguro e viabiliza a construção de relações mais transparentes entre fornecedores e clientes.

Com a implementação do compliance digital e a constante revisão das políticas de controles, caso venha a ocorrer alguma utilização ilícita da infraestrutura tecnológica da empresa, é possível aplicar a responsabilidade subsidiária entre a organização e os agentes responsáveis pelo ato criminoso.

Como implementar o compliance digital?

Para que a implementação do compliance digital seja satisfatório, é essencial contar com uma assessoria jurídica especializada no assunto, para que seja possível realizar a análise das necessidades que a sua empresa apresenta.

Em linhas gerais, podemos afirmar que o compliance digital é responsável por monitorar os seguintes dados:

  • ferramentas de comunicação internas e externas da empresa;
  • dados corporativos, independentemente de onde estejam armazenados;
  • situações em que os dados podem ser perdidos facilmente.

Para que as atribuições acima sejam cumpridas, o setor de compliance digital deve adotar algumas medidas básicas de segurança, como as seguintes:

  • verificação da proporção entre as licenças de uso contratadas e a quantidade de usuários habilitados;
  • a realização de auditoria prévia e regular para que as tecnologias presentes na rotina empresarial sejam identificadas e cuidadas dentro da necessidade de cada uma;
  • desenvolvimento e aplicação das políticas de privacidade em conformidade com o marco civil da internet, código de defesa do consumidor e a lei geral de proteção de dados que entrará em vigor a partir de 2020.

Portanto, não espere algum vazamento de informação acontecer para implementar políticas de compliance digital na rotina de sua empresa.

Para saber mais sobre o assunto, leia o nosso texto sobre como implementar o compliance.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares